Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

04
Jan17

As Leituras de 2016

Em 2016 li 25 livros. Para os meus amigos, que pouco lêem, é um número elevado. Para muitos de vocês, pessoas dos livros, é um número baixo. Eu gosto, é um número redondinho, que me trouxe muitas leituras com qualidade. E já sabem que, para mim, nisto da Qualidade vs Quantidade, é a primeira que ganha sempre. 

Em 2016 li mais livros que em 2015. 

Li mais homens que mulheres, mas por uma diferença pequena. Foi um ano equilibrado nesse sentido.

Li livros clássicos, contemporâneos, infanto-juvenis, policiais, de não-ficção, contos e poesia. 

Li livros do século XIX, do século XX e do século XXI. 

Li autores portugueses, brasileiros, ingleses, italianos, norte-americanos, moçambicanos, indianos e espanhóis. 

Comprei menos livros que o ano passado (20), mas ainda assim comprei mais do que devia (15). Em 2017 não vou comprar mais do que dez. 

Em 2016 participei em maratonas literárias pela primeira vez. 

Em 2016 pus este blog e o Instagram a funcionarem como deve ser. Fiz posts dos quais me orgulho muito, lancei discussões interessantes, tirei fotografias bonitas a livros. 

Conheci novos canais literários muito bons. Criei empatia com pessoas dos livros. 

Em 2016 falhei alguns géneros como ficção cientifica e não li tantas biografias como queria.

Em 2016 falhei três categorias do 2016 Reading Challenge.

 

A nível literário estou muito contente com o ano que passou. Três dos livros lidos entraram para a minha lista de preferidos da vida! No Goodreads marquei a meta de 36 livros para 2017. Dá uma média de três por mês. Vamos ver como corre. Não me pressiono. E agora mostro-vos um resumo das leituras do ano, incluindo as minhas preferidas. 

 

 

Livros preferidos do ano (Ficção):

The Help (As Serviçais), Kathryn Stockett

Ensaio sobre a cegueira, José Saramago

Capitães da Areia, Jorge Amado

A Amiga Genial, Elena Ferrante

 

preferidos-ficcao.jpg

 

Livros preferidos do ano (Não Ficção):

A Sangue Frio, Truman Capote

A longa estrada para casa, Saroo Brierley

Comer, Orar, Amar, Elizabeth Gilbert

 

preferidos-naoficcao.jpg

 

Outros livros de Não-Ficção:

Mais bastidores de Hollywood, Mário Augusto

Não sou esse tipo de miúda, Lena Dunham

 

Leituras de que gostei muito:

Sensibilidade e Bom Senso, Jane Austen

Crónica dos Bons Malandros, Mário Zambujal

Pulp, Charles Bukowski

A primeira investigação de Poirot, Agatha Christie

 

Poesia e Contos:

Mensagem, Fernando Pessoa

Vinte poemas de amor e uma canção desesperada, Pablo Neruda

Contos do Nascer da Terra, Mia Couto

Contos de Terror, Stephen King

A Christmas Carol, Charles Dickens

 

Livros Infanto-Juvenis e YA:

Mary Poppins, PL Travers,

Azeitona, Bruno Miranda

A Lagartixa Casadoira, Luísa Chaves

Um rapaz chamado Natal, Matt Haig

 

As desilusões do ano:

No meu peito não cabem pássaros, Nuno Camarneiro

O Diário da Nossa Paixão, Nicholas Sparks

Uma palavra tua, Elvira Lindo

 

8 comentários

Comentar post