Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

O Adversário Secreto, Agatha Christie

_MG_2556(1).JPG

 

Durante toda a leitura há duas perguntas que queremos ver respondidas: "Onde está Jane Finn?" e "Quem é Mr. Brown?". Este é segundo livro publicado por Agatha Christie e o primeiro com a maravilhosa dupla Tommy e Tuppence. Ficamos a saber como se conheceram, como começaram a trabalhar juntos e como se apaixonaram. Fiquei fã! Conhecemo-los solteiros, dois amigos de infância que se reencontram e que se envolvem, quase sem querer, numa arriscada aventura para encontrar uns documentos importantes para o governo britânico, antes que o misterioso e perigoso Mr. Brown lhes deite as mãos. Mas será que podem confiar em todos aqueles que se cruzam pelo seu caminho? As minhas desconfianças quanto à verdadeira identidade de Mr. Brown estavam certas e só me apetecia poder falar com os personagens e dizer-lhes "abram os olhos, não confiem nesse"!

 

Para quem só lê Poirot, não sabe o que está a perder. Sinto que estes dois personagens vivem na sombra da grande fama de outros detetives mais conhecidos de Christie, como Poirot e Miss Marple, e é uma pena. Vale a pena conhecer Tuppence Cowley, exuberante e "forreta", sempre atenta a novas formas de poupar uns tostões e Tommy Beresford, mais discreto, com gosto pela boa vida, inteligente e desenrascado. São uma dupla que se completa, com muita vida, energia, humor, desembaraço e romantismo pelo meio.

 

Lançado em 1922, neste livro notamos que Agatha Christie estava no início da carreira. Acho que o enredo traz um bocadinho de "palha" a mais e algumas voltas desnecessárias para o desenrolar da história. Tendo em conta que ela lançou mais de 80 policiais e este foi apenas o segundo, damos o desconto. Gostei muito, mais ainda do que "A primeira investigação de Poirot" ou "O Misterioso Caso de Styles", o primeiro livro que lançou e que li o ano passado.

 

Na verdade, comecei a ler os livros de Agatha Christie por ordem cronológica. Felizmente os meus pais têm, há muitos anos, a coleção Vampiro Gigante (da editora Livros do Brasil), que editou todos os policiais da autora, de acordo com a ordem de publicação. Aproveitando o projeto #bloodyqueen2017, criado pelas Marauders, voltei a encontrar-me com a rainha do crime, em Fevereiro. Nome incontornável da literatura mundial, em geral, e dos policiais, em particular, Agatha Christie tem o dom de nos fazer entrar nos livros à procura de pistas, sentindo-nos nós próprios verdadeiros detectives à procura de decifrar as charadas antes mesmo da autora nos apresentar a solução

 

FullSizeRender (4).jpg

 

Sinopse:

1915. O navio de passageiros Lusitânia é bombardeado por forças alemãs. A bordo, um homem misterioso entrega uns documentos a uma jovem desconhecida, na esperança do naufrágio, pois ela teria maiores chances de sobreviver ao desastre, sendo mulher e tendo prioridade nos botes salva-vidas. Se os documentos caíssem nas mãos erradas, o futuro dos países aliados estaria comprometido. Alguns anos depois, Tuppence Cowley e Tommy Beresford, amigos de infância, encontram-se por acaso, em Londres. Tommy é discreto, Tuppence é exuberante. Juntos, formam o par perfeito para combater o crime. Pelo menos, é o que pensam quando se unem numa parceria a que chamam "Jovens Aventureiros Lda". Eles dizem-se "dispostos a tudo" mas quando os seus sonhos de aventura se realizam com muita rapidez e ainda mais perigo, sãoo obrigados a questionar os seus próprios limites.  Acabam envolvidos num mistério que envolve os tais documentos, o paradeiro desconhecido da rapariga misteriosa do navio e de um tal de Mr. Brown que deseja utilizar os documentos para ampliar seu poder pelo mundo. Tommy e Tuppence terão que usar tudo o que sabem para se antecipar a Mr. Brown e sua assustadora onipresença.

 

Título: O Adversário Secreto

Autor: Agatha Christie 

Edição: Livros do Brasil (colecção Vampiro Gigante)

Ano de publicação: 1922

 Nº páginas: 267

A primeira investigação de Poirot, Agatha Christie

ac.jpg

 

Agatha Christie dispensa apresentações. Há alguém que não conheça a rainha do crime? Em casa sempre vi o meu avô e o meu pai a lerem policiais (têm a coleção "Vampiro" inteirinha), especialmente Agatha Christe. Isto quer dizer que não tenho de procurar muito para encontrar qualquer livro dela para ler. E nunca tinha lido nenhum. Uma vergonha! Decidi mudar isso este ano, aliás, era um dos meus objetivos literários para 2016: começar a ler Agatha Christie. 

 

E onde melhor para se começar que o início mesmo? Resolvi começar a ler as obras dela por ordem cronológica. Não digo que o vá fazer com toooodas, mas talvez as dez primeiras sigam esta ordem. "A primeira investigação de Poirot", também conhecido como "O Misterioso caso de Styles" foi publicado em 1920 e foi com ele que entrei no mundo dos policiais - que é um género que não me despertava grande interesse até agora. Mas dizem que os gostos literários mudam ao longo dos anos e ando a verificar isso mesmo.

 

O enredo deste livro é simples. Uma velha rica idosa abastada morre por envenenamento e os suspeitos são vários, dentro da família e das pessoas que moravam na mesma casa. É aqui que Poirot nos é apresentado pela primeira vez: "não devia medir mais de 1,60m de altura, mas tinha um porte cheio de dignidade". É nesta obra que ficamos a conhecer as suas manias, tem ali um toquezinho de transtorno obsessivo-compulsivo com objetos fora do lugar e onde ficamos a conhecer também os métodos que utiliza para desvender os crimes.

 

Confesso que a minha primeira suspeita do assassino estava certa. Pelo meio mudei de opinião, mas afinal...a primeira impressão não falhou. Já me tinham dito que Agatha Christie era perfeita para Maratonas Literárias, porque líamos sem dar pelo tempo passar. A verdade é que a li na Maratona Literária Fusão e foi entretenimento puro. Eu própria me senti uma detective a juntar os pontos todos para chegar ao assassino. 

 

Dei-lhe 3 estrelas. É o primeiro livro de Christie. Acredito que a escrita dela tenha amadurecido ao longo dos anos, e que tenha aprimorado os crimes das suas personagens. Também acredito que me vá surpreender, mais ainda, com outras histórias e por isso as cinco estrelas ficam guardadas para livros em que a descoberta do assassino seja uma surpresa completa, daquelas de ficar de boca aberta. 

 

Sinopse:

O romance de estreia de Agatha Christie onde nos é apresentado Hercule Poirot, "um homenzinho de aspecto extraordinário. Não devia medir mais de 1,60m de altura, mas tinha um porte cheio de dignidade. O formato da cabeça era exactamente o de um ovo [...] usava um bigode muito espetado e muito marcial". Com ele aparece também o seu "Watson", que é o Capitão Arthur Hastings. Ambos se reúnem em Styles, onde o assassínio da idosa proprietária da casa faz recair suspeitas sobre diversas pessoas. Eis a oportunidade estupenda para o famoso detective belga pôr em acção as suas eficazes células cinzentas e revelar a verdade no último capítulo!

 

Título: A primeira investigação de Poirot

Autor: Agatha Christie

Edição: Livros do Brasil - Colecção Vampiro Gigante

Ano de publicação: 1920

 Nº páginas: 207