Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

Cinematona 2 | Conclusão

Há três meses participei na primeira Cinematona, criada pela Dora. Eram 12 filmes para 12 categorias e portei-me ali como uma cinéfila à maneira. Em Dezembro a Cinematona voltou, mais uma vez com 12 categorias, mas desta vez não consegui ver os 12 filmes. É um mês mais ocupado, com menos tempo em casa, mais convívios, compras, jantares, aniversários, viagens pelo meio...enfim. Só consegui ver 8 filmes (vi mais uns cinco fora da cinematona, mas não contam para o caso). Foram eles:

 

filmes1.jpg

 

1 - "Raios parta mas é desta que vejo isto!"

Annie Hall (1977)

Não gosto de tudo o que Woody Allen faz, mas sempre ouvi dizer que os filmes mais antigos é que são as suas obras primas. O comediante Alvy Singer, inteligente mas com pouca prática no que respeita ao amor, conhece Annie Hall, cantora de clubes noturnos e de uma forma muito particular consegue conquistá-la. O problema é que são ambos inseguros, neuróticos, maníacos e nervosos, o que torna a relação muito peculiar. Gostei da forma simples, mas potente, de abordar o tema Amor e da representação brilhante de tantos pormenores presentes em qualquer relação da vida real. Os diálogos são excelentes. E as referências literárias ao longo de todo o filme são deliciosas. 

(IMDb: 8.1 // Minha classificação: 9)

 

2 - Um filme erótica...à séria // Um filme de Natal

Elf - O Falso Duente (2003)

Lembram-se que disse aqui que ia trocar o filme erótico por um filme de Natal? Pois, foi o que fiz. (desculpaaaaa Dora!) Vi o Elf e gostei muito. É um filme divertido, completamente dentro dos clichés da quadra natalícia, próprio para ver esta altura e entrar no espírito da época. Tem magia, tem humor e passa uma mensagem bonita. Que mais se pode querer de um filme natalício? Sem contar que o Will Ferrell está muito bem no papel de humano-que-acha-que-é-um-duende. 

(IMDb: 6.9 // Minha classificação: 7)

 

4 - Um filme de animação

Zootrópolis | Zootopia (2016)

Para esta categoria podia ter escolhido vários, que os últimos meses foram recheados de filmes de animação que me despertam curiosidade. Vi o Zootrópolis e, apesar de ter gostado, esperava mais. É engraçado, tem uma ideia criativa muito boa ao criar uma cidade onde todos os animais vivem e convivem de forma pacífica e onde cada um com a sua profissão. (As preguiças serem funcionários num balcão de serviço ao público matou-me!) Vê-se bem mas não achei nada de especial. Entretanto, ganhou o Globo de Ouro para Melhor Filme de Animação no passado domingo.

(IMDb: 8.1 // Minha classificação: 7)

 

5 - Uma adaptação cinematográfica

Blindness | Ensaio sobre a Cegueira (2008)

Li o livro em Novembro e foi um dos melhores do ano. Talvez por isso, quando decidi ver o filme imediatamente a seguir, não tenha conseguido passar dos primeiros 5 minutos, por ter ainda tão presente os cenários e os personagens tal como os imaginei na minha cabeça. Esperei umas semanas e no final de Dezembro vi, então, a adaptação cinematográfica do "Ensaio sobre a Cegueira", do Saramago. Já sei que o próprio autor viu o filme, na altura, e gostou. Mas eu não gostei nada, nada, nada. Alguns dos actores foram muito mal escolhidos, cenas muito mal representadas, pormenores importantes omitidos... Enfim. Quem só viu o filme não sabe o que perde. Não gostei e não recomendo. 

(IMDb: 6.6 // Minha classificação: 5)

 

filmes2.jpg

 

6 - Um filme cliché

A Proposta | The Proposal (2009)

Não há mais cliché que uma comédiazinha romântica, não é verdade? Desta vez calhou a sorte à Sandra Bullock (minha homónima) e ao Ryan Reynolds. Ela é patroa dele, daquelas mandonas e frustradas com a vida, que acaba por ter que pedi-lo em casamento para não ser extraditada para o Canadá. É um filme giro, daqueles de "domingo à tarde", entretém, envolve-nos num espírito romântico, com dramas pelo meio, e tem um final feliz. Tudo o que se quer e se espera de um filme cliché. Gostei.  

(IMDb: 6.7 // Minha classificação: 7)

 

7 - Um filme com argumento do Stephen King

À espera de um Milagre | The Green Mile (1999)

Este foi o MELHOR filme do mês. É um daqueles casos que se não fosse a Cinematona, não tinha pegado nele, pelo menos para já. E é incrível, maravilhoso, tocante, envolvente, chocante e muito duro. Comecei a vê-lo uma noite, já tarde, com a ideia de que iria dividi-lo em dois dias, pelo menos, porque é uma história fofinha com três horas e tal. Mas não consegui parar de ver e quando dei por mim eram 3h e tal da manhã a um dia de semana. Chorei baba e ranho, sem conseguir parar e sem conseguir ir dormir a seguir. Só conseguia pensar naquelas personagens, naquela história. Por favor, vejam este filme. O Tom Hanks está muito, muito bem. 

(IMDb: 8.5 // Minha classificação: 9)


11 - "Quero este gajo só para mim!"

Aliados | Allied (2016)

Podiam entrar vários filmes, com vários actores nesta categoria. Mas este estreou no início de Dezembro com o meu querido Brad Pitt e assentou com uma luva nesta categoria. Com 52 anos, o homem ainda está ali para as curvas, de fazer inveja a muitos meninos de 20. Também gosto muito da Marion Cottilard, protagonista feminina, a história é boa, o filme vê-se muito bem, mas o final é num bocadinho previsível e é isso que me faz classificá-lo com um 7 e não um 8.

(IMDb: 7.2 // Minha classificação: 7)


12 - Um filme recomendado por um amigo que esteja a participar na #cinematona 

A Luz entre Oceanos | The light between oceans (2016)

Para esta categoria pedi ajuda à Cláudia e ela disse-me que tinha mesmo que ver "A Luz entre Oceanos", que gostou muito e a marcou. Percebo. Ela tem filhos e mesmo eu, sem filhos, emocionei-me ali numas partes. Não gosto muito do Fassbender, mas adoro a Alicia Vikander, que enche o ecrã com a sua beleza e talento. É daquelas actrizes para manter debaixo de olho. O filme conta uma história bonita e triste, e estive até ao último momento na esperança de que o final fosse como eu queria. Não foi. Mas gosto de filmes que nos fazem pensar o que faríamos naquela situação, como reagiríamos se tudo aquilo acontecesse connosco. Este filme trouxe-me essa reflexão.

(IMDb: 7.2 // Minha classificação: 8)

 

 

Acabei por não conseguir ver:

3 - Um filme sobre a temática do Holocausto 

8 - Um filme baseado em factos verídicos 

9 - Um filme dos anos 80 

10 - Um filme de terror 

Vamos a mais uma Cinematona?

Se seguem o blog há uns meses, sabem que a meio de Setembro meti-me numa Cinematona, proposta pela Dora. Durou um mês e vi 12 filmes segundo as categorias propostas. Como correu bem, para mim, para a Dora e para os outros participantes, ela decidiu criar uma segunda edição agora no final do ano. Esta segunda Cinematona vai decorrer durante todo o mês, de 1 a 31 de Dezembro e, tal como a primeira, tem 12 categorias. Eu confesso que fiz uma pequena batota e mudei duas delas: o filme erótico e o filme de terror já tinham entrado na primeira Cinematona e eu preferi trocar por outras categorias que não fossem repetidas e estivessem relacionadas com a época. Mas cada um faz como quiser. Tenho a certeza que a Dora não se importa. 

 

As categorias são:

1 - "Raios parta mas é desta que vejo isto!" - Um filme que estão para ver há imenso tempo. 
2 - Um filme erótica...à séria - Troquei para: Um filme de Natal - Para entrar no espírito... 
3 - Um filme sobre a temática do Holocausto
4 - Um filme de animação
5 - Uma adaptação cinematográfica
6 - Um filme cliché - sim, vou para as comédias românticas fofinhas.
7 - Um filme com argumento do Stephen King
8 - Um filme baseado em factos verídicos
9 - Um filme dos anos 80
10 - Um filme de terror - Troquei para: Um filme de Gastronomia para babar - Um filme sobre comidinha da boa porque estamos oficialmente no mês da engorda. 
11 - "Quero este gajo só para mim!" - Um filme com aquele actor que queríamos ter num aquário em casa.
12 - Um filme recomendado por um amigo que esteja a participar na #cinematona - pede a alguém que escolha um filme para veres. 

 

Já sabem que vou partilhando o que vejo no Instagram e no fim do mês faço um post com o resumo de todos os filmes vistos. Quem quiser participar está à vontade. Avisem a Dora lá no canal dela e vão partilhando as vossas escolhas no Instagram com a #cinematona. Bons filmes!