Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

Qua | 10.08.16

Como vai o 2016 Reading Challenge?

Vai muito bem, obrigado. Das vinte e duas categorias, onze já têm check. E as que ainda estão em branco, já têm ali livrinhos à espera de serem lidos para encaixar aqui. Stephen King, Elena Ferrante e outros tais também vão fazer parte deste desafio. Em que categorias? Conto-vos quando os ler, no próximo update do 2016 Reading Challenge.

2016 Reading Challenge(2).jpg

 

Até agora, as categorias que já têm dono, lido e aprovado, são: 

 

Um clássico da literatura mundial – Sensibilidade e Bom Senso, Jane Austen

Um livro de um autor português – Crónica dos Bons Malandros, Mário Zambujal

Um livro de não ficção – Mais Bastidores de Hollywood, Mário Augusto

Um livro baseado numa história verídica – A sangue frio, Truman Capote

Um livro que se tornou filme – O Diário da Nossa Paixão, Nicholas Sparks

Um policial – A primeira investigação de Poirot, Agatha Christie

Um livro infanto-juvenil – Mary Poppins, P.L. Travers

Um livro de um autor que nunca leste – Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis

Um livro com um titulo de uma palavra só – Pulp, Charles Bukowski

Um livro com uma personagem feminina forte – Comer orar, amar, Elizabeth Gilbert

O primeiro livro de um autor – No meu peito não cabem pássaros, Nuno Camarneiro

 

Em andamento:

Um livro de contos – Contos do Nascer da Terra, Mia Couto

 

E vocês? Os vossos desafios literários para 2016 estão a correr bem? Contem-me tudo. 

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Sandra

    10.08.16

    Claro, todas as sugestões são bem-vindas! :) Nunca li Ondjaki, mas se recomendas hei-de começar por esse e se dá para ler num dia, melhor ainda! Ler livros encalhados na estante também não é um desafio onde seja muito boa...mas ando a tentar! E não compro livros todos os meses por isso aí também está tudo controlado.. eheheh
    Boas leituras também pra ti :) *
  • Imagem de perfil

    Rita

    10.08.16

    A escrita de Ondjaki é das minhas favoritas. Ele descreve sensações, cheiros e sabores como ninguém. Repara:
    "As nossas vozes espalhavam barulhos nessa varanda onde primeiro só havia cheiros. Os barulhos esquecem-se rápido. Ainda bem que os cheiros ficam bem presos na nossa memória das recordações. Eu acho que quando formos crescidos vamos gostar de reencontrar estas coisas do nosso antigamente.
    Num qualquer futuro, onde eu encontrar cheiro de abacate, ela vai estar um bocadinho lá."

    Os meus encalhados são a minha desgraça. Ando a ver se até ao final do ano diminuo consideravelmente a pilha.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.