Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

Sex | 30.11.18

Pequenos Fogos em Todo o Lado, Celeste Ng

IMG_1751.jpg

 

Este livro é capaz de ter sido a desilusão do ano. Não por ser um mau livro, que não é, mas porque tinha quase a certeza que ia entrar para a lista de favoritos, e não entrou. O livro tem pouco mais de 300 páginas e até à página 100 (ou seja, um terço do livro) estava a achar uma seca, sem perceber de onde vinham todos aqueles elogios que tinha ouvido sobre ele. A primeira vez que ouvi falar no "Little Fires Everywhere" foi no Instagram da Reese Whiterspoon, atriz americana que todos conhecem, e que tem um clube literário que eu sigo para acompanhar novidades e indicações. Há uns meses, falou neste livro de forma tão maravilhada e empolgada que fiquei com muita vontade de o ler. Parecia genial. Qual não foi a minha felicidade quando soube que ia ser editado, em Portugal, pela Relógio D'Água. Esperei pela Feira do Livro de Lisboa e trouxe-o para casa, já a pensar levá-lo para férias. Efetivamente, comecei a lê-lo ainda no Algarve, mas só consegui acabá-lo em Lisboa. A verdade é que andei a mastigar o livro, enquanto bocejava e revirava os olhos, com os clichés adolescentes presentes nos primeiros capítulos. Comecei a ficar muito desiludida com a história, com as personagens, nada daquilo me empolgava e tive que fazer um esforço para o continuar a ler, com muitas pausas pelo meio. Andei nisto durante a primeira metade do livro.

 

A segunda metade é mais interessante, começamos a descascar as camadas mais profundas de algumas personagens e a atar as pontas soltas. A história começa a aquecer, mas o problema é que nunca sai do "morno". Estive sempre à espera do momento "wow", de quando ia ficar maravilhada com alguma reviravolta, quais os acontecimentos imprevisiveis que me iam deixar de boca aberta. Esse momento nunca chegou, apesar de ter desejado até à última página que algo - uma frase, uma ideia, uma conclusão - me arrebatasse. Não é um livro genial, longe disso. Tem uma história bem contada, um enredo interessante e alguns pormenores bem encaixados, como o simbolismo das fotografias. Faz-nos pensar em como certas escolhas que, muitas vezes, tomamos de cabeça quente, podem influenciar o resto da nossa vida. E que as pessoas que vamos conhecendo podem ser apenas isso, companheiros de jornada a médio prazo, com quem partilhamos momentos no meio de um caminho que é só nosso

 

De resto, não simpatizei com nenhuma personagem, nem sequer com Mia e Pearl ou com Izzy.  Li toda a história como se estivesse num aquário a olhar para a vida daquelas pessoas, sem me envolver e sem me afetarem por aí além. Gostei do facto de todas as personagens masculinas serem apenas secundárias. A história constrói-se toda à volta de acções das mulheres, Mia, Pearl, Izzy, Lexie, Bebe Chow e Elena Richardson. Mas senti falta de algo mais, apesar de achar um bom livro. De qualquer forma vou, certamente, querer ver a série de TV que a Reese Whiterspoon está a produzir baseada nele. 

 

Título: Pequenos fogos em todo o lado

Autor: Celeste Ng

Edição: Relógio D'Água, 2018

Ano de publicação: 2017

 Nº páginas: 312

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.