Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

16.02.16

As Palavras #1

Sandra
"Mas quando lhe apertou a mão e cruzou aqueles espantosos olhos esmeralda, soube antes de respirar de novo que ela era aquela de quem ele poderia andar o resto da vida à procura e nunca mais voltar a encontrar".     "A poesia, pensou ela, não fora escrita para ser analisada - fora feita para inspirar sem motivo, para emocionar sem entendimento".      "Viveste uma vida cheia e nunca nada te faltou porque as tuas necessidades são espirituais e só tens que olhar para (...)