Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

09.03.18

A Contadora de Histórias, Jodi Picoult

Sandra
  Não se deixem enganar pela capa fofinha, é uma história de peso. Gostei muito deste livro. Nunca tinha lido nada da Jodi, por isso não tinha uma ideia formada sobre a "fórmula" que ela usa nas suas obras, como tanta gente diz. Fui de espírito aberto, apenas sabendo que tinha alguma coisa relacionada com o Holocausto. É um dos tema que mais gosto, mas só tinha lido livros de não ficcão. E este, mesmo tendo personagens e relatos ficcionados, mexeu comigo. E, quem leu, diga (...)
31.01.17

Diário de Anne Frank, Anne Frank

Sandra
  Tenho tanto para dizer sobre este livro mas, por outro lado, sinto que nada do que possa dizer é suficiente para descrever tudo o que me fez sentir. Várias vezes durante a leitura, especialmente quando Anne reforçava a esperança e planos que tinha para o futuro, quando a guerra acabasse, fechava os olhos uns instantes e sofria, por saber que esse futuro nunca lhe chegou. O leitor sabe, desde o início, como termina a história. E, por essa razão, toda a leitura tem um gosto amargo.   
29.01.17

Se isto é um homem, Primo Levi

Sandra
  "...já apagados nas almas antes da morte anónima."    Já li várias opiniões de quem adora este livro e de quem, dentro das obras sobre o Holocausto, não o tem nos preferidos. Percebo porquê. É um livro mais factual, menos emotivo. Primo Levi em nenhum momento deixa de ser objectivo nos factos que nos conta dos meses que viveu em Auschwitz. Não recorre ao drama, a lamentações ou queixumes. Limita-se a contar, de forma nua e crua, como era o dia-a-dia no "Lager", para quem (...)
27.01.17

Dia Internacional da Lembrança do Holocausto

Sandra
  Dia 27 de Janeiro é o dia Internacional da lembrança das vítimas do Holocausto. A data foi designada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 2005,  por ser o dia que marca a libertação do campo de concentração de Auschwitz, em 1945, pelo Exército Soviético, há 72 anos.    Todos sabemos o que aconteceu nos campos de concentração comandados pelo regime nazi. É díficil, impossível até, imaginar o sofrimento de quem passou por lá. Felizmente há quem tenha (...)