Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAY HELLO TO MY BOOKS

SAY HELLO TO MY BOOKS

11.07.17

Leiam este bocadinho...

Sandra
...e digam que lá que o Mário Zambujal não anima qualquer um.    "No tempo dos bailes ali no 35, onde morava a viúva do Zé Viúvo, era toda a noite de sábado, eu a dar às unhas, o pessoal roçando-se. Bem os via. Uma noite, a mãe da Didelinha, uma ordinária - a mãe - foi puxar pela entusiasmada moça quando ela já ia peitos adentro do Gil Quirino. Há gente que só gosta de estorvar. Acabaram-se as festanças quando o Zé Viúvo veio pela casa, que era dele, emprestada aos (...)
24.11.16

3 Autores Portugueses que vale a pena ler

Sandra
Fugindo aos grandes Eça de Queirós, Fernando Pessoa e Saramago e tentando contornar os da moda, Afonso Cruz, Valter Hugo Mãe e Nuno Camarneiro, quero falar de três autores portugueses, com nome e talento mais que provados, que não vejo muitos blogs e canais literários a sugerirem. Se o Sousa Tavares me prendeu pelos enredos e simplicidade, foi a ironia e humor de Zambujal que me conquistaram, não esquecendo a forma deliciosa como Miguel Esteves Cardoso joga com as (...)
30.07.16

Crónica dos Bons Malandros, Mário Zambujal

Sandra
 São sete os "bons malandros" que dão vida a esta história. Temos Renato "o Pacífico" mais a sua Marlene. Temos a Adelaide Magrinha, Pedro Justiceiro, Flávio "o Doutor", Arnaldo Figurante e Silvino Bitoque. Cada um mais tonto que o outro e cada um com uma história de vida mais estranha que a anterior. Formam um bando de criminosos que se preparam para um (...)
25.07.16

Maratona Literária Fusão - O primeiro dia

Sandra
A Maratona Literária Fusão começou à meia-noite. Depois de um dia de praia, o sono não me deu tréguas e, portanto, só li o primeiro capítulo do "Crónica dos bons malandros" antes de adormecer. Foram 27 páginas. Hoje à hora de almoço li mais três capítulos e antes do jantar outros três. Já vou a mais de meio, o livro é curtinho. Acabo hoje ou amanhã. Estou a gostar muito. Já conhecia a escrita do Mário Zambujal, li "À noite logo se vê" o ano passado e gostei bastante, (...)